Estou no MARKETING MULTINÍVEL ou numa PIRÂMIDE?

outubro 22, 2017


Eu sempre tentei manter esse site o mais amistoso possível, por isso nunca abordei o tema “pirâmide” aqui. Claro que já mencionei essa palavra em outras ocasiões, mas nunca escrevi um artigo especialmente sobre esse assunto. E não é porque acho que temos que esconder ou camuflar o fato das pirâmides existirem. Vejo que muitas pessoas que desenvolvem negócios de Marketing Multinível evitam essa palavra a qualquer custo.

Alguns, inclusive, em suas explanações e esboços do plano de suas respectivas empresas desenham uma rede de cabeça pra baixo, afim de descaracterizar a forma piramidal – como se isso fosse amenizar a rejeição na cabeça de seus prospects.

Ao contrário disso, eu prefiro em minhas apresentações mexer bem no meio da ferida. Gosto de fomentar a discussão e falar mesmo sobre o que é pirâmide. Isso porque penso que boa parte do trabalho do profissional de marketing multinível passa por educar a sociedade nesse sentido e poupar o maior número de pessoas desses golpes.

Também acho que apresentar o multinível à alguém sem explicar à essa pessoa o que é e o que não é pirâmide é o mesmo que soltar alguém no meio de um mar repleto de tubarões – o sujeito sucumbirá e afundará à primeira mordida.

Então, como nos últimos dias tenho recebido muitos emails, comentários e questionamentos de pessoas com quem me relaciono acerca do que são pirâmides, resolvi escrever alguns artigos sobre o tema nas próximas semanas. Vamos ver se o assunto está mesmo em alta.

Porque falar sobre “pirâmides”

Eu sei que estamos num momento de auge desse tipo de fraudes. Alguns desses esquemas estão tendo um sucesso nunca antes visto – realmente inédito – mas isso não é novidade pra mim. Eu costumo dizer que entra ano, sai ano, sempre vai haver a “pirâmide da moda”. Já vi dezenas (ou centenas) delas.

Mas, realmente, o profissionalismo nunca foi tão grande. Como diria Darwin, é a lei da sobrevivência, amigo. Quem não evolui, morre! Do mesmo jeito que hoje temos grandes profissionais em “marketing multinivel”, temos também especialistas em pirâmides. Eles evoluíram e se reproduziram (duplicaram) para preservar sua espécie! Sujeitos com uma capacidade imensa de fazer um golpe parecer um negócio legítimo.

Golpes estes que alicerçados na ganância, no desejo de enriquecimento rápido, fácil e, sobretudo na falta de informação, encontram um terreno extremamente fértil para sua proliferação. Como já disse, por mais que todo esse “auê” possa parecer algo novo para muitos, não é. Isso sempre existiu.

Muita gente que hoje está tendo seu primeiro contato com esse tipo de esquema pensa que trata-se de uma novidade. Mas quem acompanha e atua no setor de marketing multinível a algum tempo, sabe quanto a atividade tem sofrido ao longo dos tempos com essas fraudes.

Há um ditado assim no multinível: “não existem erros novos, existem pessoas novas cometendo erros antigos”. Eu vou adequar esse jargão para os dias atuais: “não se trata de novos golpes, o que temos hoje são os mesmos golpes mascarados por golpistas antigos”.

Mesmo assim, com isso existindo a tanto tempo, eu nunca quis perder meu tempo escrevendo e alertando sobre tal problema [dica: quem trabalha com MMN não pode perder tempo com distrações]. A questão é que aliando toda essa “agitação piramidal” do momento às recentes manifestações de alguns profissionais (sérios) de multinível, uns alertando sobre o problema, outros anunciando sua decepção e desistência de luta por um setor regulamentado, achei que chegou a hora de abordar o tema “pirâmide” de maneira mais incisiva aqui no site.

E, quem sabe, dar minha contribuição no combate à essa praga que assola o mercado. Acho que isso é dever de todos que atuam no setor, pois, por mais que eu já não esteja tão convicto da ingenuidade das pessoas, percebo que muitos realmente se envolvem com esses esquemas pensando que estão desenvolvendo marketing multinível.

Assim, é preciso que esclareçamos que não basta estar num esquema que remunera sobre vários níveis para estar desenvolvendo a legítima atividade do marketing multinível. Então vou tentar ajudar quem deseja saber se está numa pirâmide ou numa empresa de marketing multinivel, falando sobre isso nessa série de artigos.

Mas, pra manter a política de boa vizinhança (e meu site no ar), vou continuar por seguir o padrão de apenas entregar a informação… Sem dar nome aos bois e sem tentar lhe impor minha ideologia. Leia, tire suas conclusões e faça o que achar que é certo (se o desejo de ficar rico lhe permitir).


O que é uma piramide financeira

Pra começar, vou falar de uma coisa que sempre achei engraçado. Por inúmeras vezes eu já vi pessoas que atuam a anos com marketing de rede dar a seguinte resposta quando são indagadas sobre o que é uma pirâmide: “pirâmide é um negócio sem produto“.

Definitivamente, isto não está correto. Ou, pelo menos não está completo. Essa pode ter sido uma boa resposta para o tempo em que as pirâmides (ou correntes) eram apenas um grupo de amigos com uma lista de nomes no papel e suas respectivas contas bancárias ao lado, onde o dinheiro deveria ser depositado.

Mas não é uma resposta correta hoje em dia, quando os esquemas piramidais são verdadeiras estruturas empresariais operadas por potentes sistemas de computadores e com “cabeças pensantes” pensando a todo instante em como atrair mais dinheiro.

Não ter produto não quer dizer nada. Uma pirâmide pode ter sim um produto, que atua apenas para disfarçar o esquema. Falaremos disso mais pra frente… Como prometi, nos próximos artigos vou explicar detalhadamente o que são pirâmides, como funcionam, qual o seu modelo de negócio e quais os problemas causados por elas.

Por ora não vou me aprofundar. Sei que este post já está bem extenso – e que não disse muita coisa :oops:. Mas eu precisava postar essa introdução para ter seu feedback e lhe perguntar se você gostaria de debater esse tema aqui no site; para sentir como está o mercado acerca desse assunto e abrir a discussão com a minha definição (que explicarei melhor depois) do que penso ser uma pirâmide financeira:

“Uma pirâmide é uma operação financeira feita para perder dinheiro em função de gerar caixa”

Você poderá gostar também...

Siga-nos no Facebook

Grupo HINODE